PPRA - (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - NR 09)

Documento necessário, que deve ser elaborado ou estar vigente antes do início das contratações de trabalhadores (regime CLT) e reavaliado pelo menos anualmente, para avaliar os riscos físicos, químicos e biológicos do ambiente de trabalho (conforme NR 09), visando a proteção da saúde e da integridade física dos trabalhadores. Este trabalho, irá nortear o desenvolvimento do PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional), portanto, deve ser realizado com antecedência suficiente para que não atrase os possíveis exames de colaboradores sujeitando a empresa a passivos trabalhistas

PCMAT - Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção Civil

O PCMAT é um programa que estabelece procedimentos de ordem administrativa, de planejamento e de organização, que objetivam a implantação de medidas de controle e sistemas preventivos de segurança nos processos, nas condições e no meio ambiente de trabalho na Indústria da Construção. Resumindo, o PCMAT dita uma série de medidas de segurança a serem adotadas durante o desenvolvimento da obra. Esses procedimentos de segurança, que visam antecipar os riscos. Para possam ser definidos estratégias para evitar acidentes de trabalho e o aparecimento de doenças ocupacionais. O PCMAT é regulamentado pela Norma 18 (NR 18) através da Portaria 3.214 de 1978.

PPR (Programa de Proteção Respiratória)

O Programa de Proteção Respiratória foi criado pela Instrução Normativa nº 1, de 11 de abril de 1994, do Ministério do Trabalho e Emprego. Este documento visa dar continuidade ao PPRA (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais) para situações onde o ambiente de trabalho possui agente(s) químico(s) agressivo(s) disperso(s) no ar, e em concentrações que possam ser prejudiciais à saúde dos trabalhadores expostos.

Auditoria de Segurança do Trabalho

É um conjunto de “Autos de Infrações Simulados” que apresenta relatórios confidenciais de todas as não-conformidades existentes na empresa para com a Portaria MTE n. 3.214/78, registrando-as por meio de fotos e citações técnicas, bem como, os valores de possíveis autuações por parte das autoridades competentes, orientando, ainda, por meio de cronograma de regularizações, conforme escala de prioridades.

Ordem de Serviço de segurança

A Ordem de Serviço é um instrumento de extrema na importância em toda gestão de Segurança do Trabalho na empresa. O documento serve para conscientizar o trabalhador dos riscos do ambiente de trabalho, como também para mostrar as medidas adotadas pela empresa em favor da segurança do trabalhador.

APR - Análise Preliminar de Riscos

Conhecida pela sigla APR, a Análise Preliminar de Riscos é uma ferramenta eficaz para a identificação de potenciais riscos no ambiente de trabalho . Partindo da identificação antecipada de elementos e fatores ambientais que representem perigo elevado, analisa, de maneira detalhada, cada uma das etapas do processo, possibilitando assim a escolha das ações mais adequadas para minimizar a possibilidade de acidentes.

Mapa de Riscos

Mapa de Risco é uma representação gráfica de um conjunto de fatores presentes nos locais de trabalho, capazes de acarretar prejuízos à saúde dos trabalhadores: acidentes e doenças de trabalho. O Mapa de Risco elaborado pela Laborar Segurança do Trabalho é muito conhecido pela qualidade da imagem e apresentação, proporcionando aos nossos clientes, uma imagem de cuidado, de esmero nos mínimos detalhes.

Mapa de evacuação de Incêndio

Em virtude do grande número de vítimas que os incêndios têm causado nos locais de maior concentração humana, principalmente edifícios e, tendo como causas principais à falta de conhecimento dos melhores locais de saída, o Mapa de evacuação de Incêndio vem auxiliar na solução desse problema, através de uma representação gráfica de fácil visualização.

PAE - Plano de Ação de Emergência

O Plano de Ação de Emergência – PAE, como o nome diz, é um plano elaborado para ser executado caso ocorra uma emergência. As medidas a serem tomadas devem estar especificadas em um documento e serem de conhecimento do maior número possível de pessoas. Para cada tipo de emergência existem passos diferentes a serem tomados para tentar controlar a situação, o PAE deve especificar as situação de emergência possíveis de acontecer e o passo a passo para o controle das mesmas. A NBR 15219 (Plano de emergência contra incêndio) dispõem sobre a elaboração, implementação, manutenção e revisão do plano de Ação de Emergência e determina que esta norma seja aplicável a toda e qualquer planta, com exceção das edificações residenciais unifamiliares.

Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP)

O Perfil Profissiográfico Previdenciário-PPP é um documento do trabalhador que reúne informações e registros de monitorações durante todo o período em que este exerceu suas atividades na respectiva empresa e que será solicitado pela Previdência Social para fins de aposentadoria.

Assistência Técnica em Perícias Judiciais

A Laborar Segurança do Trabalho se destaca no quesito de Assistência Técnica em Perícias Judiciais, pois conta com a experiência de mais de 7.000 processos trabalhistas em 20 anos de seu sócio Fundador, que coordena toda a equipe de Assistentes Técnicos Periciais, que buscarão soluções adequadas para cada caso.

O perito nomeado busca o meio ou prova objetivando mostrar a verdade de um fato a uma ou mais pessoas que a busquem. Quando os fatos são postulada apenas pelas partes envolvidas em um processo judicial, frequentemente, cada qual, com alegações divergentes, poderá o Juiz do Trabalho nomear um especialista (Perito Judicial) para produzir a prova pericial que o auxiliará na sua decisão.

Neste contexto do processo trabalhista permitir-se-á Trocar por permitirá a cada parte, reclamante e reclamado, a indicação de um assistente técnico, que é o profissional de confiança da parte, seja para acompanhar o Perito nomeado em seu trabalho, seja para elaborar um parecer sobre o objeto da perícia, seja para assessorar a parte ou seu advogado.

A indicação não é obrigatória, porém, é o Assistente Técnico quem vai acompanhar meticulosamente as ações e procedimentos do perito, questionando-o quando for o caso e, ao final, elaborando um parecer técnico paralelo a ser anexado aos autos.